CriandoBits
Identifique-se Entrar Esqueceu a senha? Esqueci minha senha

A importância da redundância

Por Benedito Silva Júnior - publicado em 13/07/2017


Redundância
Redundância é a garantia de funcionamento de sistemas ou redes que não podem parar. São suportes que agem em paradas não planejadas e garantem a continuidade das atividades.

Essas paradas não planejadas podem ser provocadas por defeitos em hardware (defeito físico), em softwares (defeito lógico) e por falha humana.

As falhas físicas (hardware) são corrigidos através da redundância de servidores, fontes de alimentação, de placas de redes e HDs montados em RAID, por exemplo.

As falhas lógicas (software) são corrigidos através da redundância de sistemas operacionais e outros.

As falhas humanas são corrigidas através de treinamentos e orientações, como a ITIL, por exemplo.

Equipamentos que possuem tolerância a falhas de hardware são fundamentais para que os problemas físicos sejam minimizados.

O fornecimento de energia elétrica estável e a adoção de geradores são recursos de apoio importantes para reduzir as falhas de hardware.

As rotinas de backups são essenciais para a recuperação de falhas lógicas. No entanto, é necessário manter validações frequentes desses backups através de processos de restauração (restore).

Para se precaver de falhas mais graves (desastres) é importante utilizar a contingência externa, que garante a replicação de dados em ambientes externos.

Na maioria dos casos, os investimentos são altos, porém necessários para evitar prejuízos maiores com a marca, clientes e credibilidade no mercado.


 
Voltar a pagina anteriorVoltarSubir ao topo da páginaTopo